Ministra do STJ nega liberdade ao deputado Mauro Savi - Mutum Notícias de Mato Grosso

Ministra do STJ nega liberdade ao deputado Mauro Savi

Mídia News - 12/06/2018 10h27 - Atualizado em 12/06/2018 10h27

A ministra Maria Thereza de Assis Moura, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), negou o habeas corpus que pede a soltura do deputado estadual Mauro Savi (DEM), preso desde o dia 9 de maio por conta da Operação Bereré.

A decisão, em caráter liminar (provisório), foi dada na manhã desta terça-feira (12). A íntegra do despacho ainda não foi publicada.

Assembleia também pede soltura de Savi

Horas após a defesa do deputado Mauro Savi (DEM) ingressar com um pedido de soltura no Superior Tribunal de Justiça (STJ), na segunda-feira (11), a Procuradoria da Assembleia Legislativa "engrossou o coro" e também impetrou um habeas corpus na Corte, com o mesmo requerimento.

Tanto a defesa - feita pelo advogado Paulo Fabrinny - quanto a Procuradoria da Assembleia questionam o fato de o desembargador José Zuquim, do Tribunal de Justiça de Mato Grosso, não ter acatado a votação feita no Legislativo, que deliberou pela soltura de Savi.

O político está preso desde o dia 9 de maio por conta da Operação Bereré, que apura esquema de propina e lavagem de dinheiro no Detran-MT, na ordem de R$ 30 milhões.