Mauro Mendes lidera intenções de voto para o governo de MT

Olhar Direto - 09/07/2018 07h57 - Atualizado em 09/07/2018 07h57

Empresário Mauro Mendes lidera intenções de voto. Empresário Mauro Mendes lidera intenções de voto.

Pesquisa de intenção de votos realizada pelo instituto Segmenta Dados e Pesquisa neste mês de julho apontou que o pré-candidato ao Governo do Estado Mauro Mendes (DEM) está na frente da corrida pelo Palácio Paiaguás com 23,45% das intenções de voto na modalidade estimulada (quando os nomes dos candidatos são apresentados ao entrevistado). A margem de erro de 3% para mais ou para menos.

Pedro Taques aparece com 17,43%. Em terceiro, Wellington Fagundes (PR) tem 12,5% das intenções de voto e Procurador Mauro (PSOL) aparece com 5,22%. O restante dos entrevistados respondeu que votaria branco/nulo ou não soube opinar.

Atual governador Pedro Taques aparece em 2º lugar nas intenções de voto. Atual governador Pedro Taques aparece em 2º lugar nas intenções de voto.

Rejeição

Já com relação a quem não votariam de jeito nenhum para governador de Mato Grosso, a maioria dos eleitores (41,19%) respondeu Pedro Taques, enquanto 12,01% responderam Mauro Mendes, 9,58% apontaram Wellington Fagundes e 8,44% rejeitaram Procurador Mauro. Esta estimativa aponta que a rejeição a Taques é maior que a dos outros três candidatos somados.

A pesquisa, registrada no Tribunal Regional Eleitoral sob o número MT-00672/2018, foi realizada entre os dias 1 e 5 de julho. No total foram feitas 2.048 entrevistas em 75 municípios de Mato Grosso.

Wellington Fagundes é a terceira opção de votos segundo a pesquisa. Wellington Fagundes é a terceira opção de votos segundo a pesquisa.

A metodologia utilizada foi de pesquisa quantitativa, utilizando a técnica survey (aplicação de questionário estruturado), com uma margem de erro de 3%, para mais ou para menos.

Dos entrevistados, 50,45% são mulheres e 49,55% homens, de maioria entre 35 a 59 anos (45,7%) e de maioria com faixa de renda entre dois e cinco salários mínimos (34%). Para o Governo do Estado receberam votos quatro pré-candidatos.