Otaviano Pivetta e Mauro Mendes são cotados para o Governo do Estado

Cenário MT - 29/11/2017 13h49 - Atualizado em 29/11/2017 13h49

Otaviano Pivetta é ex-prefeito de Lucas do Rio Verde. Otaviano Pivetta é ex-prefeito de Lucas do Rio Verde.

Nos últimos dias muitas notícias e especulações de bastidores estão se disseminando nas mídias mato-grossenses quanto aos possíveis nomes que concorrerão ao cargo de Governador do Estado de Mato Grosso, nas Eleições de 2018.

Nos bastidores, o CenárioMT soube que recentemente um encontro envolvendo o alto escalão da política do Estado passou a cogitar a dobradinha entre Otaviano Pivetta (sem partido) e Mauro Mendes (PSB).

Eles que já disputaram para a majoritária em 2010, tinham Mauro Mendes como líder da chapa, na época chegaram a recebeu mais de 31% dos votos, mas perderam para Silval Barbosa (51%). Nesta nova tentativa, caso se confirmem os nomes, quem encabeçará é Otaviano.

A dupla possui boa relação no meio empresarial, agrícola e muita influência no meio político. Pivetta é ex-deputado estadual e ex-prefeito de Lucas do Rio Verde, já Mendes é empresário e já foi ex-prefeito de Cuiabá.

OUTROS NOMES

Outro Pivetta que é cogitado, é Adriano, irmão de Otaviano e atual prefeito de Nova Mutum. Ele que teve sua gestão municipal considera a melhor do Estado, tem se destacado por sua luta em prol da instalação da ferrovia no médio norte. Com isso o nome de Adriano também é considerado uma opção para liderar o Estado.

Quem também trabalha para se lançar pré-candidato ao governo é o ex-conselheiro do Tribunal de Contas do Estado, Antônio Joaquim, que iria se filiar ao PTB no início de novembro, mas como teve sua aposentadoria voluntária postergada pelo governador Pedro Taques (PSDB) espera a decisão do chefe do Executivo. Até lá a pré-candidatura fica no aguardo.

Outro nome que salpica nos bastidores é do ex-governador e ex-senador, Jayme Campos (DEM) que já afirmou que vai colocar a disposição seu nome no grupo político do governador Pedro Taques, para que seja avaliado como uma alternativa a disputa da majoritária nas eleições de 2018. Atualmente, Campos comanda a Secretaria de Assuntos Estratégicos de Várzea Grande.

REELEIÇÃO DE TAQUES

Já o atual vice-governador Carlos Fávaro e presidente estadual do PSD tem considerado e afirmado que é plenamente viável à reeleição do governador Pedro Taques (PSDB) nas eleições do ano que vem, mas o principal interessado – Taques – não tem se manifestado muito sobre o assunto, principalmente por estar com baixa popularidade e sofrendo com diversos desgastes com os servidores públicos.